sexta-feira, 3 de abril de 2009

Mensagem do Missionario RR Soares: UMA UNIÃO QUE SANTIFICA QUALQUER ALIMENTO


Porque, pela palavra de Deus e pela oração, é santificada (1 Timóteo 4.5).

A Palavra de Deus e a oração têm um poder além da nossa compreensão: elas santificam qualquer alimento, desde que recebido com ações de graças. Os corruptos de entendimento trazem as proibições da Lei de Moisés para os nossos dias. Não sabendo o que falam, são usados pelo inimigo para nos privar de prazeres e bênçãos os quais estão à nossa disposição. De suas bocas saem mentiras por causa das mentes fracas. São hipócritas e têm a própria consciência cauterizada (1 Timóteo 4.1,2; Efésios 4.18). No entanto, tudo é puro para quem é puro (Tito 1.15).

A união da Palavra de Deus e da oração coloca o poder do Senhor em ação. Agindo conjuntamente, elas santificam qualquer alimento. A oração feita de acordo com a Palavra é chamada da oração da fé, a qual pode até perdoar pecados quando feita sobre um doente. O limite para a operação do poder do Altíssimo na vida de uma pessoa a qual age segundo as Escrituras e ora é o quanto ela crê.

Todos os alimentos devem ser recebidos com ações de graças, e não com o balbuciar de algumas palavras que certas pessoas proferem diante de um prato de comida. Muitas vezes, elas oram para não ficar mal diante dos presentes, ou por costume. Mas, se a oração for feita com fé no que a Palavra declara, ainda que no alimento se encontre algo mortífero, nada de ruim sucederá a quem foi agradecido ao Senhor.

As pessoas que não se curvam diante de Deus têm o entendimento corrompido pelas coisas do mundo. Como sepulcros caiados, pela maneira como falam e procedem, parecem-se bonitas espiritualmente, mas seu interior está todo comprometido com os enganos do inferno (Mt 23.27). Elas chegam até proibir o casamento, o qual é digno de toda honra.

O que sai dos lábios delas não deve ser levado a sério, pois falam mentiras. Suas mentes não-fortalecidas pela Palavra de Deus buscam em qualquer fonte inspiração para a realização de seus maus propósitos.

Esses débeis espirituais acham que o Senhor lhes dará um desconto por estarem esforçando-se para fazer a “vontade” de Deus, mas, na verdade, é a vontade deles que realizam. Como são hipócritas e não querem humilhar-se diante do Pai, não conseguem produzir nada que se possa aproveitar. O que é nascido da carne não tem jeito: é carne (Jo 3.6). A consciência deles já não os incomoda mais por estar cauterizada.

Para aqueles que são puros, tudo o que Deus criou é puro e deve ser recebido com ações de graças. Seja um praticante da Palavra e da oração, a união que santifica qualquer alimento.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

Um comentário:

Luciana disse...

Obrigada pelo comentario,belas palavras, concordo!
Eu estava afastada da igreja, nem sei direito pq,mas essa semana voltei, agora sei q td vai entrar no seu lugar.
"A união da Palavra de Deus e da oração coloca o poder do Senhor em ação. Agindo conjuntamente, elas santificam qualquer alimento." Agora isso esta novamente em minha vida, hj vejo o qdo Deus me fez falta.
Fica c/ Deus